domingo, 14 de março de 2010

Chiaro-oscuro


Certa vez ocorreu-me a idéia de fazer uma exposição em preto e branco, explorando os efeitos de luz e sobra. Como teste, produzi este tríptico, com telas pequenas de 25 x 25 cm:












O tempo passou, a idéia ficou adormecida em algum canto, e agora está querendo tomar forma novamente.

Pensamos, eu e minha amiga, colega de ateliê, Ivonete Moniz Pacheco (conhecida de alguns de vocês), em fazer uma exposição conjunta com essa temática. Ela, apaixonada pela cor, perguntou: não dá para colocar um vermelhinho aqui ou ali? Eu acho que dá!

Vamos ver se sai!


9 comentários:

Chorik disse...

Muito bom o tríptico. Sou fascinado por contrastes. Faço votos que dê samba. Com ou sem vermelhinho.

Abs

Lucia Alfaya disse...

Obrigada Chorik, pela visita e pelo comentário. Se der samba, mandaremos convite. Abs
Lúcia

I.Moniz Pacheco disse...

Estou doida para sambar esse samba!
Vamos em frente, já estou com algumas idéias e esboços.
Vamos falar mais sobre isso?

Lucia Alfaya disse...

Sou toda ouvidos e telas! Pena que quinta-feira estarei no curso e não poderemos falar, mas temos tempo, vontade e não faltará oportunidade.
Alterei a fonte no monizfiappo, já viu?

Janaina Amado disse...

Acho que essa exposição será uma beleza, gostei muito do aperitivo aqui. Lúcia, seu link já está no acreditando. O link da Ivonete também, e eu nem sabia que vcs. dividiam atelier, he he Abraços.

Lucia Alfaya disse...

Oba, obrigada Janaina. Espero que a exposição com Ivonete se concretize. Estamos trabalhando para isso e tem tudo para dar certo. Eu e Ivonete admiramos o trabalho uma da outra e nossa amizade, apesar de relativamente recente, vem se mostrando mais forte a cada dia. Vamos torcer juntas!

paulo amaral disse...

Lúcia: Estes trabalhos em preto e branco, chiaro-oscuro, estão belíssimos. Abração.
Paulo

Lucia Alfaya disse...

Paulo, fiquei muito feliz com seu comentário. Admiro muito seu trabalho, que conheci através do Terráqueo, e um elogio recebido de um artista tão talentoso e reconhecido como você é muito gratificante. Obrigada.

Terráqueo disse...

Estão lindos mesmo.

Abraço,

Terráqueo